Nova ortografia, é isso mesmo produção?


Olá.

Espero que vocês tenham gostado do layout, eu ia fazer esse post mais tarde para vocês comentarem sobre o que acharam sobre o layout mais como eu não postei ontem eu vir postar logo e pela noite vou ver Harry Potter com meu irmão já que eu nunca assistir, sim é verdade, não precisa rir.

Vim falar sobre uma coisa que me agrada e que eu tenho certeza que se eu estivesse vendo isso como leitora iria me apaixonar, que é português, recentemente a nossa ortografia mudou e os motivos eu vou dizer a seguir, basta continuar lendo.


Muitos de vocês devem ter se perguntado o porque da nosso ortografia ter mudado, e o motivo principal é promover a unificação ortográfica dos países que têm o português como língua oficial, os quais são: Brasil, Portugal, Guiné-Bissau, Angola, Moçambique, Cabo Verde, São Tomé e Príncipe e Timor Leste.

Essa mudança na língua portuguesa era para ter acontecido desde 1990, quando a maioria dos países que falam o português não assinou em concordância. Somente após dez anos em trâmite no Congresso Nacional é que este acordo foi sancionado pelo presidente da República e mais tarde ainda, em 2006, por mais dois países: São Tomé e Príncipe e Cabo Verde. A ratificação da reforma ortográfica por esses três países foi o suficiente para legalizá-la.

Agora que você já sabe como tudo aconteceu poderá ver algumas coisas que mudaram:

Alfabeto: 
O alfabeto ganha três letras (k, y e w) 
Antes: 23 letras 
Depois: 26 letras

Trema: 
O trema cai, de vez, em desuso, exceto em nomes próprios e seus derivados. Grafado nos casos em que o “u” é átono e pronunciado (que, qui, gue, gui), o sinal não será mais utilizado nas palavras da língua portuguesa. 
Antes: lingüiça, conseqüência, freqüência 
Depois: linguiça, consequência e frequência

Hífen: 
O sinal não poderá ser mais usado quando a primeira palavra terminar com vogal e a segunda começar com consoante. 
Antes: anti-rugas, auto-retrato, ultra-som.
Depois: antirrugas, autorretrato, ultrassom.
O hífen também não deve ser grafado quando a primeira palavra terminar com letra diferente da que começar a segunda. 
Antes: auto-estrada, infra-estrutura. 
Depois: autoestrada, infraestrutura.
O sinal deverá ser usado quando a palavra seguinte começa com b, h, r, m, n ou com vogal igual à ultima do prefixo.
Antes: anti-imperialista, super-homem, inter-regional, sub-base. 
Depois: anti-imperialista, super-homem, inter-regional, sub-base.
Outro caso que se faz necessário o uso do hífen é quando a primeira palavra terminar com vogal ou consoante igual à letra que começar a segunda. 
Antes: microônibus, contraataque, microondas. 
Depois: micro-ônibus, contra-ataque, micro-ondas.

Acento agudo: 
Os ditongos abertos “éi” e “ói” das palavras paroxítonas não serão mais acentuados. 
Antes: jibóia, apóio, platéia, européia. 
Depois: jiboia, apoio, plateia, europeia 
* As palavras herói, papéis e troféu continuam sendo acentuadas porque têm a ultima sílaba mais forte.
O acento some também no “i” e no “u” tônicos quando vierem depois de ditongo em palavras paroxítonas. 
Antes: feiúra, bocaiúva.
Depois: feiura, bocaiuva. 
* O acento permanece se o “i” ou o “u” estiverem na ultima sílaba, a exemplo de Piauí e tuiuiú.
Na letra “u” dos grupos que, qui, gue e gui o acento também deixa de existir. 
Antes: apazigúe, averigúe. 
Depois: apazigue, averigue.
O acento diferencial também some em alguns casos. 
Antes: pára, péla, pêlo, pólo, pêra. 
Depois: para, pela, pelo, polo, pera.
 * O acento diferencial não deixa de ser usado em pôr (verbo) / por (preposição) e pôde (pretérito) / pode (presente). Fôrma também continua sendo acentuada para ser diferenciada de forma.

Acento circunflexo: 
O acento circunflexo some nas palavras terminadas em “êem” e “ôo”. 
Antes: crêem, vêem, lêem, enjôo. 
Depois: creem, veem, leem, enjoo.

Fantástico não é? Tenho pena dos nosso pais e avós que viveram a vida toda com uma ortografia para chegar agora e mudar tudo, porém ainda temos um tempinho pois essas mudanças só passaram a ser totalmente cobradas a partir do dia 1 de janeiro de 2013, eu acho que falei isso tarde pois já estamos no dia 28 de dezembro de 2012, então a melhor saída é imprimir isso aqui.

Espero que tenham gostado do post.
Comentem!

6 comentários:

  1. Nem sabia dessa mudança.
    Eu não gosto muito de português.
    Bj.
    ~ Blog da Tati

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é, porém o português é necessário em nossa vida

      Excluir
  2. Já sabia tudo,sou uma nerd e tanto.
    Você poderia postar sobre quando usar a vírgula.
    Pois várias pessoas erram.Meu amigo escreve assim:
    Oi pessoas,lindas.
    Isso me irrita.

    Se escrevi algo errado,desculpa,é o meu not.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Isso também me irrita bastante, irei anotar a ideia, obrigada.

      Excluir
  3. Sinceramente acho tudo isso desnecessário! As mudanças foram pra tentar unificar o português, mas isso nunca vai ser possível, devido as questões histórias de cada país, o nosso português é bastante diferente do dos outros países, principalmente na hora de falar, como recebemos bastante imigrantes o nosso sotaque não parece com o de Portugal. Enfim, agora que as mudanças vão entrar em vigor, o número de erros vai se multiplicar, tem muito gente que ainda escreve "idéia" por aí. :p

    - O Explosão de Cerejas te deseja um FELIZ ANO NOVO! Que o seu 2013 seja maravilhoso, não deixe de correr atrás dos seus objetivos e de sonhar cada vez mais.
    Beijos, Ana || explosaodecerejas.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Realmente, quando vermos alguns portugueses escrevendo achamos parecido, porém se formos conversar com algum terá muitas palavras que não iremos entender por causa do sotaque.
      Obrigada (:

      Excluir